Ultimas

Alagoas

campeonato alagoano

DESTAQUE DE HOJE

09/12/16

Bastidores: CSA mostra insatisfação com camisas do novo patrocinador

(Foto: Caio Lorena / GloboEsporte.com)
O lançamento dos uniformes do CSA, na noite dessa quinta-feira, está repercutindo nas redes sociais. E de forma negativa, contrariando a intenção inicial do clube. Torcedores inundaram a página oficial criticando a qualidade dos padrões pela Umbro, nova fornecedora de material esportivo do Azulão. Internamente, membros da direção veem razão nas críticas e mostram desapontamento com as camisas.
GloboEsporte.com apurou que, na terça-feira, membros do clube tiveram acesso aos uniformes. Ficaram insatisfeitos. Não gostaram, sobretudo, do tecido e da localização e tamanho do escudo. O descontentamento foi passado para os representantes da Umbro - quatro deles estiveram presentes no lançamento. Os funcionários da multinacional, por sua vez, entenderam que o padrão obedece à tradição do clube – a alviceleste, por exemplo, buscou inspiração no time azulino de 1994, considerado um dos mais fortes da história. 
Presidente do CSA, Rafael Tenório se mantém econômico nas palavras, apontando apenas a manifestação de insatisfação dos torcedores na internet. O mandatário azulino evita um pronunciamento mais forte e defende uma reunião com representantes da fornecedora para tentar solucionar o problema. 
- A opinião da nossa torcida foi contra. A maioria não aprovou. Então, vamos esperar. Vamos sentar com o marketing e com a Umbro para a gente encontrar uma coisa que realmente agrade à nossa torcida. A intenção toda é agradar nossa torcida. Pelo que eu vi nas redes sociais, a torcida ficou insatisfeita. E isso eu tenho que respeitar porque eles são a razão do nosso trabalho – declarou Tenório.
Nos bastidores, motivos são levantados para justificar a qualidade dos uniformes apresentados. Fontes internas revelam que o contrato com a fornecedora anterior, SuperBolla, possibilitou apenas 30 dias para a confecção das camisas da Umbro. Houve, ainda, problemas na produção em virtude do trágico acidente envolvendo a Chapecoense – vale lembrar que o time catarinense é patrocinado pela mesma empresa do CSA. O Azulão espera a solução desses problemas com o tempo mais largo para a elaboração da camisa listrada, a ser apresentada até março do ano que vem.
Torcedora do CSA não gostou do novo uniforme lançado (Foto: Caio Lorena / GloboEsporte.com)Torcedora do CSA exibe uniforme; direção esperava azul mais escuro(Foto: Caio Lorena)
A diretoria azulina tira todo o peso das críticas sobre o designer e torcedor azulino Tom Carvalho, responsável por elaborar apenas a camisa alviceleste. Dentro do clube, a expectativa ficou por conta de um azul royal parecido com o do Cruzeiro, e, portanto, mais escuro. Também se esperava um padrão de qualidade próximo ao do Remo, clube anteriormente patrocinado pela empresa. Acabou decepcionada com a cor final do uniforme número um. Representante da Umbro em Alagoas e Sergipe, Guilherme Karsten esteve presente no evento e não partilha da mesma opinião, defendendo-se das críticas recebidas.
- O material é de qualidade. A Umbro tem um padrão de qualidade. Se eles [diretores do CSA] estiverem insatisfeitos, a gente pode sentar com eles. Essa camisa vai ser vendida no mercado em um preço bem acessível. Nossas camisas oficiais são vendidas em torno de R$ 229,00 a R$ 249,00. As camisas do CSA vão custar R$ 169,90. O padrão ficou muito bom, clássico, com as cores do clube – explicou Karsten.
A empresa multinacional se diz otimista com as vendas das camisas. A previsão de chegada nas lojas em Maceió é para o dia 22, com o objetivo claro de aproveitar o período natalino e confraternizações de fim de ano. 
Desde o anúncio da parceria, feita oficialmente pelo CSA, torcedores se perguntam por que a empresa não se pronunciou oficialmente sobre o acordo. Há justificativa. Karsten explica que o Azulão não apareceu como parceiro no site oficial da Umbro para não aumentar o preço dos produtos.
- Esse acordo com o CSA foi uma parceria comercial. Para a gente colocar no site da Umbro, a gente teria que reportar a Umbro internacional e isso geraria royalties para a Umbro daqui. Então, teria que ser repassado para o preço da camisa, para o consumidor. A gente acertou com o pessoal do clube para ficar um preço mais acessível – finalizou.

Palmeira dos Índios

galeria de fotos

Campeonato Brasileiro

 
Copyright © 2013 Palmeira Esporte
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates