(Foto: Denison Roma/GloboEsporte.com)
A polêmica do caso da inscrição dos 'atletas veteranos' para a disputa da Segunda Divisão do Campeonato Alagoano pelo P.I deve ter um novo capítulo nos próximos dias.Depois da equipe de Palmeira dos Índios ter sido absolvida pela Primeira Comissão do Tribunal de Justiça Desportiva de Alagoas (TJD-AL), a procuradoria do Tribunal informou que vai recorrer da decisão.

Em contato com o GloboEsporte.com, o procurador Petrúcio Guedes informou que o recurso será protocolado junto à secretaria do TJD-AL nesta sexta-feira. 
- Nós respeitamos a decisão dos auditores, mas entendemos que existem elementos na denúncia que não foram apreciados no julgamento da terça-feira. A nossa denúncia foi baseada no Artigo 28 da Lei Pelé, que trata sobre a questão de contratos, inclusive no que diz respeito à remuneração dos atletas. O que toda a sociedade sabe, que é público e notório, é que alguns atletas inscritos pelo P.I não tinham a mínima condição legal de disputar o campeonato. Não falo nem pela idade, mas pelas exigências do regulamento da competição - afirmou.
O que toda a sociedade sabe, que é público e notório, é que alguns atletas inscritos pelo União não tinham a mínima condição legal de disputar o campeonato" 
Petrúcio Guedes, procurador do TJD-AL
Ele afirmou também acreditar que o recurso  será julgado já na próxima semana. Enfático, Guedes garantiu que não tem nada contra ninguém, mas que está apenas fazendo o seu papel.
- O que a gente faz é com base nos fatos e no direito. A gente também não pode afirmar nem uma coisa e nem outra, mas a sociedade que acompanha o esporte quer ver a coisa apurada - finalizou.
Caso o recurso seja de fato protocolado, o pedido de revisão será apreciado agora pelos auditores do Pleno do Tribunal de Justiça Desportiva.
Fonte: Globoesporte.com/al

As Federações estaduais que ainda não indicaram os atletas nascidos em 1996 e 1997 para o Acampamento Nacional de Desenvolvimento e Melhoria Técnica da Confederação Brasileira de Handebol têm até o próximo dia 3 para enviar as fichas de inscrição. O Acampamento acontecerá em Blumenau no período de 7 a 16 de fevereiro. Além das indicações pelas federações, atletas que foram observados e pré-selecionados nos Jogos Escolares, Acampamentos Regionais e outros campeonatos pelo país farão parte do Acampamento que visa o aperfeiçoamento técnico dos atletas e padronizar como o handebol é praticado em todo o país. Além disso, os atletas são observados para que possam fazer parte das seleções de base e futuramente da seleção principal.

Durante o acampamento, os atletas participarão de treinos, jogos, palestras entre outras atividades. Além disso, a hospedagem e a alimentação dos participantes serão custeadas pela Confederação. O Acampamento conta também com a presença de professores, árbitros, fisioterapeutas e supervisores que irão contribuir para o aperfeiçoamento técnico dos atletas.

As inscrições deverão ser enviadas para os e-mails adtecnico@brasilhandebol.com.br e minihand@brasilhandebol.com.br. A lista com os atletas selecionados será publicada no dia 7 de novembro.
O meia alagoano Roberto Firmino, de 23 anos, foi convocado para disputar os dois próximos amistosos da Seleção Brasileira contra a Turquia e Áustria, em novembro. Firmino iniciou a carreira no CRB e depois se transferiu para o Figueirense, de Santa Catarina. Após destaque com a camisa da equipe do sul do Brasil, o atleta foi contratado pelo Hoffenheim, da Alemanha.
Roberto é natural de Maceió. Essa é a primeira oportunidade que o alagoano está tendo com a camisa canarinho. A convocação do jogador aconteceu na manhã desta quinta-feira (23), na sede da CBF, em coletiva que reuniu o técnico Dunga, o coordenador de Seleções Gilmar Rinaldi, e o atual e futuro presidente da entidade, José Maria Marin, e Marco Polo Del Nero. Foram convocados apenas jogadores que atuam no exterior.
Confira a lista: 
GOLEIROS
Rafael Cabral - Napoli
Neto - Fiorentina
Diego Alves - Valência
ZAGUEIROS
David Luiz - PSG
Marquinhos - PSG
Thiago Silva - PSG
Miranda - Atlético de Madrid
LATERAIS
Mario Fernandes - CSKA Moscou
Alex Sandro - Porto
Filipe Luís - Chelsea
Danilo - Porto
MEIAS e ATACANTES
Luiz Gustavo - Wolfsburg
Rômulo - Spartak Moscou
Fernandinho - Manchester City
Casemiro - Porto
Oscar - Chelsea
Firmino - Hoffenheim
Willian - Chelsea
Neymar - Barcelona
Philippe Coutinho - Liverpool
Lucas - PSG
Luiz Adriano - Shaktar Donetsk
Douglas Costa - Shaktar Donetsk
Fonte: FAF
Por Bruno Nonato

Após conquista de titulo de forma invicta na I Copa Elza de Voleibol – Quebrangulo - AL, perdendo apenas um set em toda competição, a seleção de Voleibol da Cidade de Bom Conselho - PE, ganha destaque mais uma vez, uma semana após a conquista a Equipe de Bom Conselho disputou o JOCIPE – Jogos das Cidades de Pernambuco, teve inicio no dia 14 e encerramento no último domingo (19) JOCIPE 2014 foram disputados na cidade de Pesqueira- PE, tanto a Equipe Masculina quanto a Equipe Feminina da Cidade de Bom Conselho ficaram com a terceira colocação, sagrando – se assim como terceira melhor equipe do Agreste Pernambucano, a Sel. Masculina enfrentou 6 Seleções de cidades diferentes, passando em primeiro da Chave, nas Semi perderam para a forte Equipe de São Bento do Una que disputou a Final com a Sel. de Garanhuns, sendo a Sel. de Garanhuns a Grande Campeã. 

Já a Seleção Feminina de Bom Conselho disputou a Competição com 5 times Chave Única, venceu duas partidas e perdeu duas, ficando também com a terceira colocação, já no Naipe Feminino o Titulo ficou com a Seleção de São Bento do Una.

Resultados JOCIPE 2014 de 14/10 a 19/10/2014
Masculino Adulto
1° Lugar: Seleção de Garanhuns
2° Lugar: Seleção de São Bento do Una
3° Lugar: Seleção de Bom Conselho

Feminino Adulto
1° Lugar: Seleção de São Bento do Una
2° Lugar: Seleção de Garanhuns
3° Lugar: Seleção de Bom Conselh
o
(Foto: Paulo Lira/ Notícia na Mira
Às vésperas do encerramento do prazo para apresentar recurso contra a decisão da Primeira Comissão do Tribunal de Justiça Desportiva de Alagoas (TJD/AL), que absolveu por unanimidade o P.I no caso de inscrever dirigentes, entre eles dois da Federação Alagoana de Futebol, para completar o elenco para disputar a Segunda Divisão do Campeonato Alagoano, a secretaria do tribunal informou que até esta quinta-feira, penúltimo dia para ingresso de recurso, não recebeu nenhuma representação. 
- O prazo termina manhã (sexta-feira), são três dias após o julgamento. Mas até o momento as partes não ingressaram com recursos. Ainda existe tempo já que amanhã é o última dia - disse Osvaldo Júnior, secretário do TJD/AL. 
Ainda de acordo com Osvaldo, apenas as partes citadas no processo podem apresentar recurso conta a decisão da Primeira Comissão. Assim apenas a Procuradoria do TJD, que fez a denúncia, e a Federação Alagoana de Futebol, multada em R$ 10 mil, podem recorrer.
- Somente as partes citadas no processo podem apresentar recursos. A Procuradoria, a Federação Alagoana de Futebol e o P.I. Nesse caso, como a procuradoria foi a autora da denúncia pode recorrer. A Federação foi citada e multada, também pode recorrer - declarou o secretário, acrescentando que, se houver recursos, o julgamento será feito pelo Pleno do TJD/AL.
Fonte: Globoesporte.com/al
Foto: Globoesporte.com/al

Foto: Thiago Davino/MinutoEsportes
Com os 10 clubes que disputarão o Campeonato Alagoano 2015 definidos, o presidente da Federação Alagoana de Futebol (FAF), Gustavo Feijó, voltou a afirmar que não irá voltar atrás da decisão que proíbe os clubes de jogarem em estádios com sem iluminação artificial, para jogos noturnos.
Em entrevista ao MinutoEsportes na manhã desta terça-feira em um hotel da capital, Feijó lembrou que o assunto foi discutido e está na ATA do Conselho Arbitral do estadual há dois anos e que não há desculpas para os clubes e prefeituras não se adequarem.
“Já está decidido. Não vamos voltar atrás. Quem tiver iluminação artificial joga, quem não tiver, terá que descolar para a cidade vizinha, jogar no Rei Pelé, seja lá onde for. Mas, não voltaremos atrás”, afirmou.
Coincidentemente, o único estádio que ainda não tem iluminação para realização de jogos noturnos é o campo onde joga o Santa Rita, o Olival Elias em Boca da Mata, justamente onde o presidente da FAF é prefeito.
“A proibição será para todos. Em Boca da Mata será a mesma coisa. Se não colocarmos os refletores em tempo hábil, o Santa Rita vai jogar em outro local”, disse.
Nos demais estádios, Rei Pelé (CSA e CRB), Coaracy da Mata Fonseca (ASA), José Gomes da Costa (Murici), Gerson Amaral (Coruripe), Juca Sampaio (CSE e P.I), Arnon de Mello (Ipanema) e Edson Matias (CEO).
Estes dois últimos por sinal, já tem refletores instalados, já realizaram jogos não oficiais no período da noite e terão de passar por uma avaliação da FAF, para que sejam aprovados e liberados no estadual.
O Campeonato Alagoano deve ser disputado entre os dias 01 de fevereiro e 03 de maio, de acordo com o calendário 2015 divulgado pela CBF. O Coruripe defenderá o título, juntamente com ASA, CSA, CRB, Coruripe, CEO, CSE, Murici, além dos recém promovidos, Ipanema e P.I.
Fonte: Minuto Esportes
A grande final do Campeonato Alagoano da 2ª divisão 2014 entre Ipanema X União Palmeirense será realizada no estádio Senador Arnon de Mello, na cidade de Santana do Ipanema, no dia 1º de novembro, às 14h30. O primeiro jogo da decisão acontece no próximo dia 29 de outubro, às 15h no estádio Juca Sampaio, em Palmeira dos Índios.
O sorteio do mando de campo da final aconteceu na tarde desta segunda-feira (20), na sala da vice-presidência da Federação Alagoana de Futebol, e contou com a presença de representantes do União Palmeirense, além de diretores da FAF. Os dois times já estão garantidos no Campeonato Alagoano da 1ª divisão em 2015.
Fonte: FAF
Foto: Paulo Lira/Notícia na Mira
Por decisão unânime, a Primeira Comissão do Tribunal de Justiça Desportiva de Alagoas (TJD-AL) absolveu, na noite desta terça-feira, o P.I Futebol Clube da acusação de inscrever irregularmente os atletas "veteranos" para participar do Campeonato Alagoano da Segunda Divisão.
Com a decisão, a equipe de Palmeira dos Índios está garantida na elite do futebol alagoano e vai decidir o título da Segundona contra o Ipanema.
A denúncia oferecida pela procuradoria do TJD-AL acusava a equipe de Palmeira dos Índios de infringir o artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), quanto à inscrição do superintendente da Federação Alagoana de Futebol (FAF), Roque Júnior (42 anos), o supervisor do Aliança Lourinaldo Melo (59 anos), além de um membro da direção do Murici, Luiz Formigão (56 anos), e do veterano Roberto Doido (51 anos) para disputa da competição.
Assim como a equipe de Palmeira dos Índios, a Federação Alagoana foi absolvida nos artigos 191 c/c, 223 c/c, 235 c/c e 239 do CBJD. No entanto, a FAF foi punida no artigo 220, sendo desqualificada para o artigo 220-A, com aplicação de multa no valor de R$ 10.000.
Presidente do P.I, Leninho Barros comemorou a decisão, disse que estava confiante na vitória e destacou que o objetivo agora é brigar pelo título.
- [Estou] Muito feliz porque a lei foi cumprida. Os auditores foram muitos felizes na decisão deles. Dentro da gente já tínhamos a certeza da absolvição, mas restava aguardar o julgamento. Por ser uma equipe nova, despertamos o ciúme de muita gente. Agora vamos disputar o título do campeonato. Eu respeito o time do Sport, respeito o procurador, a imprensa também, mas isso não feriu nenhum clube - finalizou.
Fonte: com Globoesporte.com/al
















Foto: RomárioSilva/PalmeiraEsporte
Foram 20 anos de trombadas e histórias marcantes. O menino pobre que teve uma chance com a camisa do CRB na década de 90 mostrou, com muita perseverança, que poderia vencer na vida. Barrado por um segurança no clube social de sua Atalaia, Aloísio prometeu ainda na infância que voltaria à cidade para comprar o local e abri-lo para crianças humildes. Vieram as conquistas, os recursos e ele cumpriu a missão. Aos 39 anos, o atacante também pagou a promessa de defender o Sport Atalaia e, sem a esperada vaga na Primeira Divisão do Alagoano, encerrou a carreira neste domingo. 
O cenário não foi o mesmo das grandes conquistas. O Estádio Juca Sampaio, em Palmeira dos Índios, está longe de ser um palco badalado do futebol nacional, mas Chulapa é simples e não se incomodou de encarar a Segunda Divisão do estadual. Se o Sport subisse, ele até estenderia a carreira, mas não deu. O time foi eliminado com uma derrota por 2 a 1 para o União Palmeirense, na semifinal. O camisa 14 saiu de campo na segunda etapa, substituído por Erivânio, de cabeça erguida, aplaudido até pelos adversários e por são-paulinos que foram assistir ao jogo. Ficam as histórias, o folclore e as jogadas inesquecíveis.
Aloísio Chulapa, atacante do Sport Atalaia (Foto: Leonardo Freire/GloboEsporte.com)Aloísio Chulapa é assediado por torcedor do São Paulo em Palmeira (Foto: Leonardo Freire/GloboEsporte.com)


-  É um dia especial. Eu esperei chegar esse momento para encerrar no clube do meu coração, apesar de não ter conquistado o acesso para a elite do futebol alagoano. O grupo está de parabéns pelo esforço e pelo carinho que sempre teve comigo. É um momento emocionante. Após 20 anos de trabalho dentro e fora do Brasil, tive a oportunidade de encerrar na minha terra, Atalaia. Amanhã é começar o trabalho com a garotada para a gente revelar outros trombadores em grandes clubes. Nesse momento, agradeço a todos os times que passei, ao carinho das torcidas. Sem eles, não seria ninguém  - declarou Chulapa, após o jogo.
Aloísio Chulapa, atacante do Sport Atalaia (Foto: Leonardo Freire/GloboEsporte.com)Aloísio se emociona ao ouvir o Hino Nacional (Foto: Leonardo Freire/GloboEsporte.com)
Segundo o próprio camisa 14, o auge da carreira foi em 2005, quando deu um passe de letra para Mineiro no estilo de Ronaldinho do Paraguai, como costuma dizer, e ajudou o São Paulo a conquistar o título mundial em cima do Liverpool. No Morumbi, o tricampeonato brasileiro também marcou o alagoano, que até hoje é festejado pela torcida tricolor nos quatro cantos do país.
- O Mundial de Clubes pelo São Paulo está marcado. Dei aquele passe para o Mineiro e na hora que o juiz apitou eu olhei para cima e aquele foi um momento especial na minha carreira. Agradeço a Deus por tudo e todos aqueles que sempre torceram por mim. Eu posso dizer que realizei todos os meus sonho no futebol e chegar aonde eu cheguei foi até um pouco a mais do que eu esperava, mas Deus me proporcionou essas vitórias.
No Flamengo, ganhou projeção com o apoio de Romário e do alagoano Marcos Adriano, que estava neste domingo em Palmeira e deu um abraço apertado no amigo. 
- O Marquinhos é um irmão. Me recebeu de braços abertos quando cheguei no Flamengo. Não esqueço nunca disso - lembrou Chulapa.
Ceni visita Aloisio Chulapa em Atalaia (Foto: Carlos Augusto Ferrari)Ceni visitou Aloisio Chulapa em Atalaia neste ano, e o atacante se emocionou (Foto: Carlos Augusto Ferrari)
No Goiás, é exaltado pela torcida por ter marcado época. Ao lado de Alex Dias e Fernandão, fez estripulias no Serra Dourada e demonstrou todo o seu potencial. Depois de passar por Saint-Étienne-FRA, Paris Saint Germain-FRA e Rubin Kazan-RUS, voltou ao Brasil e conquistou o vice-campeonato da Libertadores com a camisa do Atlético-PR.
Segundo Chulapa, ele foi convidado ainda em campo por Rogério Ceni para ir jogar no São Paulo, não acreditou, mas a proposta oficial surgiu pouco depois, ainda em 2005. O "Patrão", como o atacante chama o goleiro, abriu as portas do Morumbi e o trombador não fez feio.
- Cavei muita falta na entrada da área para o Patrão se consagrar. Ele é um grande amigo e um dos momentos mais emocionantes da minha vida foi a visita dele neste ano em Atalaia, para conhecer minha escolinha. Não é pouca coisa: o melhor goleiro do mundo na minha cidade... 
Aloísio, em álbum de figurinha com a camisa do Goiás (Foto: Aloísio Chulapa/reproduçãoFacebook)Aloísio, em álbum de figurinha com a camisa do Goiás (Foto: Aloísio Chulapa/reproduçãoFacebook)
Títulos, não foram poucos. Além dos quatro conquistados com a camisa do São Paulo, Chulapa colocou a faixa do Carioca, com o Flamengo, do Goiano, três vezes, com o Goiás, do Paranaense, com o Atlético, da Série B, com o Vasco, e do Alagoano, com o CRB. No Galo também foi peça fundamental no acesso à Segunda Divisão do Brasileiro, em 2011.
Nesta temporada, Aloísio foi a grande atração da Segunda Divisão do Alagoano. Arrastou fãs por onde passou, posou para fotos até com os adversários e deixou seus seguidores bem informados sobre tudo o que fazia nas redes sociais. Entre um "danone" (cerveja) e outro, celebrou a vida e se aposenta cercado por amigos. 
- Eu ainda tenho projetos. Eu parei oficialmente aqui pelo Sport, mas tenho outros jogos. No dia 16 de novembro, em Aracaju, tem uma partida de festa que a torcida organizada do São Paulo está preparando pra mim. No dia 20 de novembro, estarei no Morumbi para participar de um jogo promovido pela torcida tricolor. Eu sou muito grato porque os torcedores me escolheram ao lado de grandes nomes do São Paulo, como Rogério Ceni, Rai e Lugano. Então, eu sou muito grato por essa lembrança. Agora é contar história e curtir a vida. O velho Chula vai deixar os jovens correrem enquanto ele toma danone. Acaba não, mundão! Agora mim ache (sic) - despediu-se o camisa 14, sem economizar os seus famosos bordões.
Aloísio Chulapa e torcedores do São Paulo (Foto: Leonardo Freire/GloboEsporte.com)Aloísio Chulapa e torcedores do São Paulo (Foto: Leonardo Freire/GloboEsporte.com)
Fonte: com Globoesporte.com/al

O Palmeira dos Índios Futebol Clube venceu a segunda partida das semifinais do Alagoano da segunda divisão 2014 e garantiu vaga para a primeira divisão em 2015.


Na tarde desse domingo, aconteceu a partida de volta da semifinal entre P.I. Futebol Clube e Sport Atalaia, time do Aloísio Chulapa. O jogo aconteceu no estádio Juca Sampaio em Palmeira dos Índios, O time da casa podia perder por um gol de diferença mas saiu na frente com o gol de Felipe André ainda no primeiro tempo. Cicinho, atleta nascido e criado em Palmeira dos Índios ampliou o placar já no segundo tempo para delírio do bom púbico presente. Nos minutos finais, Lucas diminuiu para o Sport Atalaia, mas não havia mais tempo para uma reação. 


Além do P.I. Futebol Clube o Ipanema garantiu o acesso com um gol aos 49 minutos do segundo tempo.

P.I. E Ipanema farão a final da segundona nos dias 29 de outubro e 2 de novembro em Santana do Ipanema e Palmeira dos Índios, respectivamente.