Ultimas

12/02/2015

Copa do Nordeste: Em jogo de muitos gols, CRB empata com o Bahia no Rei Pelé

Foto: Ailton Cruz
Azar de quem não assistiu. CRB e Bahia fizeram nesta quarta-feira o jogo mais emocionante da nova edição da Copa do Nordeste, com seis gols, lances plásticos, falhas bizarras e ótimas defesas. Teve de tudo em Maceió. O Galo vencia até os 47 minutos do segundo tempo, quando Kieza apareceu no meio da zaga vermelha e testou sem defesa para Julio Cesar, garantindo o empate por 3 a 3 no Estádio Rei Pelé.  

O resultado manteve o Tricolor na liderança do Grupo E, agora com quatro pontos. O CRB, por sua vez, soma dois pontos, segue em segundo, mas com um jogo a mais que Globo FC e Campinense. Pelo lado vermelho, balançaram a rede nesta quarta Fernando, de pênalti, Dudu e Morais; Rômulo e Kieza (duas vezes) fizeram os gols do Bahia.
Os times descansam no período de carnaval e voltam a jogar pelo Nordestão na próxima semana. Quarta, o Tricolor encara o Globo FC, às 21h20, em Ceará-Mirim, e, na quinta, o Galo enfrenta o Campinense, às 19h, em Maceió.
CRB sai na frente

O primeiro tempo não deixou o torcedor respirar no Rei Pelé. O CRB iniciou a partida com o pé no acelerador e, no segundo minuto, teve um pênalti marcado a seu favor pelo árbitro pernambucano Neilson Nogueira. Para o juizão, Chicão segurou Dudu na área. Fernando bateu com extrema categoria, de canhota, deslocando o goleiro do Bahia. O primeiro gol saiu aos quatro minutos.

Com o Tricolor ainda nas cordas, o Galo fez o segundo aos sete. Paulo Sérgio cruzou da direita, por baixo, Chicão falhou feio e, na pequena área, Dudu tocou de ombro para a rede. Parecia que a partida seria fácil para o CRB. Parecia.

O Bahia foi acordado após lambança do goleiro Julio Cesar na reposição. A bola sobrou limpa para Rômulo, que avançou e encheu o pé aos 19, entre o camisa 1 e a trave. O gol empolgou o Tricolor, que aproveitou falhas da defesa regatiana para criar chances. A melhor delas foi aos 31, num arremate de Carlos que acertou o poste. O jogo ficou ainda mais aberto. Antes do fim da primeira etapa, o CRB quase ampliou com Fernando e Dudu, mas faltou capricho nas finalizações. 
O técnico Sérgio Soares não gostou da atuação do Bahia no primeiro tempo e fez duas alterações no intervalo, sacando Feijão e Max Biancucchi e mandando a campo Pitoni e Léo Gamalho, respectivamente. A ordem era imprensar o CRB na etapa final. 
O jogo ficou morno, de uma intermediária à outra, mas o Bahia resolveu apimentá-lo aos nove minutos. Railan fez linda jogada pela direita e cruzou na medida para Kieza emendar de primeira na área: golaço. Mas ainda era cedo para os tricolores provocarem os adversários. Aos 13, Paulo Sérgio recebeu com liberdade pela direita e colocou na cabeça de Morais, que desviou com um toque sutil e deixou o Galo outra vez na frente do placar. 
Não parou por aí. Aos 19, Rômulo cruzou da esquerda, Kieza testou e Julio Cesar espalmou para escanteio. O CRB quase ampliou aos 31, numa cabeçada venenosa de Gabriel. Unhas já estavam faltando no Trapichão. Insistente, Rômulo perdeu livre a chance do empate, parando em intervenção espetacular do goleiro regatiano. O Galo estava com a vitória nas mãos, mas, mal posicionado, deixou a liderança escapar aos 48 minutos. Carlos cruzou da esquerda e Kieza subiu sozinho para tirar do goleiro e fechar o placar do jogaço: 3 a 3.
Fonte: globoesporte.com/al

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 Palmeira Esporte Notícias
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates