Ultimas

13/03/2016

CSA goleia CRB com jogadas precisas e chute improvável

O CSA não se lançou ao ataque no clássico neste domingo. Foi comedido, esperou o CRB se expor e começou a ganhar o jogo nos detalhes. O chutaço do meia Didira, aos 10 da primeira etapa, foi o principal deles. Outros vieram depois. A consistência defensiva, que segurou as investidas pelo alto do adversário; os contra-ataques em velocidade; o lateral Rafinha, que apoiou bem o ataque e deu a sexta assistência no Alagoano, e a expulsão do goleiro regatiano Júlio Cesar. Lesionado, André Vinícius foi improvisado no gol e facilitou a goleada por 4 a 1.
(Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)
Na etapa final, o Galo até assustou, diminuiu a diferença com Lúcio Maranhão, mas pagou o preço da péssima atuação do primeiro tempo. Luís Soares, Panda e Kahuan também balançaram a rede do Rei Pelé e desenharam o placar elástico.
O Azulão está sobrando nesta primeira fase. Lidera o Grupo A e o estadual, com 25 pontos, ainda está invicto, tem a melhor defesa, com apenas três gols sofridos, e o melhor ataque, com 24 gols marcados. Tem também o líder das assistências, Rafinha, com seis, e o artilheiro do campeonato, Luís Soares, com cinco gols. Entra no hexagonal como forte candidato ao título.
- Isso mostra que o nosso elenco é muito forte. Quando eles deram brecha, a gente teve a oportunidade de mandar para o gol. O grupo está muito bem, no caminho certo. Quem entra também está muito motivado - comentou o atacante Kahuan, do CSA.
Mudanças no CRB
O CRB forçou demais o jogo pela direita no primeiro tempo. Melhorou com as substituições de Mazola Júnior, principalmente com a entrada de Luidy no lugar de Luiz Fernando, e Bocão na vaga de Marcelo Santos, figura apagada no clássico. O time se abriu na reta final para buscar o empate e foi batido nos contra-ataques. Júlio Cesar fez falta em Luís Soares, aos 33 do segundo tempo (veja ao lado), era o último homem e acabou expulso. André Vinicius, sem nenhum jeito, foi para o gol e jantou um frangaço em chute de Panda. Kahuan completou o serviço no fim.
A próxima
CSA e CRB apenas cumprem tabela na próxima quarta. Ambos estão garantidos na primeira colocação dos grupos A e B e confirmados no hexagonal. Assim, os técnicos devem até poupar jogadores. O Azulão recebe o Santa Rita no Rei Pelé, e o Galo visita o CSE em Palmeira.
Que chute!
O meia Didira abriu o placar com um golaço, aos 10 minutos do primeiro tempo (veja abaixo). Recebeu de Rafinha, olhou para Júlio Cesar e acertou no ângulo, sem chances para o goleiro do CRB. O chute improvável abriu o clássico e foi decisivo para o andamento do jogo. Foi o segundo gol do camisa 19 no estadual.

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 Palmeira Esporte
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates