Ultimas

08/03/2016

Torcidas organizadas de CRB e CSA continuam sem acesso ao Rei Pelé

(Foto: Caio Loureiro/ TJ-AL
Ainda não foi desta vez que as maiores torcidas organizadas de CRB e CSA reconquistaram o direito de entrar no Estádio Rei Pelé. Na manhã desta segunda-feira, representantes das torcidas Comando Alvirrubro e Mancha Azul estiveram reunidos com o juiz Celyrio Adamastor, do Juizado do Torcedor, e com integrantes do Ministério Público, Federação Alagoana de Futebol e Comando do Policiamento da Capital e cumpriram a exigência da justiça, apresentando os cadastros dos membros das respectivas torcidas.
Porém, de acordo com o juiz Celyrio Adamastor, apesar da apresentação do cadastro, um sistema de identificação eletrônico ainda precisa ser instalado no Estádio Rei Pelé para controlar de fato o acesso às dependências da maior arena esportiva de Alagoas. O magistrado avaliou a reunião, realizada na sede do 3º Juizado Cível e Criminal da Capital, e já marcou uma data para um novo encontro.
- A reunião foi boa, o pessoal apresentou o programa, o programa é bom. Agora vamos ao Trapichão na quarta-feira fazer uma vistoria nas catracas para testar um programa e confeccionar as carteiras dos membros das torcidas. Enquanto essas catracas não estiverem funcionando, o acesso está proibido - garantiu.
Representante do Ministério Público, a promotora Sandra Malta, titular do Juizado do Torcedor, destacou a importância do sistema de identificação digital no estádio,
- Trata-se de uma ferramenta digital interessante porque, quando estiver aperfeiçoado, não dará margem para erros no controle de acesso ao estádio. Por meio dele, o poder público terá de imediato informações sobre cada torcedor, inclusive aqueles que respondem a processo e cumprem transação penal. Estes serão bloqueadas pelo sistema automaticamente - disse, em entrevista ao site do MP.
Fonte: GE/AL

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 Palmeira Esporte
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates