Ultimas

15/10/2016

Em São Januário, CRB da olé e vence o Vasco por 2x0

 (Foto: André Durão/GloboEsporte.com)
Numa tarde em que ataque e defesa tiveram péssima atuação, o Vasco foi facilmente derrotado pelo CRB: 2 a 1, em São Januário. Chances não faltaram, mas o sistema ofensivo falhou demais. Ederson perdeu ótimas oportunidades. Zé Carlos, o camisa 9 dos alagoanos, fez o oposto e não perdoou em falhas de Rodrigo e Luan. Aos 48, Ederson finalmente foi às redes, mas a torcida vaiou, como em quase todo o segundo tempo.
A passividade era tanta dos anfitriões que, aos 25 minutos, a torcida visitante já cantava "olé". Pouco depois, alguns dos 5.889 presentes (4.865 pagantes) juntaram-se ao coro. O próprio presidente Eurico Miranda não suportou tal postura que deixou o estádio na parte final do duelo. O time foi todo vaiado, e Diguinho foi o "escolhido" pela massa. Eurico também foi xingado.
O Cruz-Maltino volta a campo no próximo sábado, às 16h30, no Kleber Andrade, onde enfrenta o Paraná. Apesar de o mando ser tricolor, o rival vendeu para uma praça onde há muitos vascaínos. No mesmo dia, o CRB, às 21h, duela com o Joinville, no Rei Pelé.
Quem não faz...
O Vasco começou com tudo. Aos 12 minutos, já havia chegado quatro vezes com perigo, duas delas em chutes violentos de Rodrigo, que voltava à equipe após se ausentar das últimas duas rodadas por problemas pessoais. Mais posse de bola, volume e finalizações (11 a 4). O que isso significou? Nada. Aos 37 minutos, Zé Carlos recebeu na área de Marcos Martins, girou e colocou no canto de Martín Silva. Aos 48, Zé apareceu novamente. Gerson Magrão disparou e cruzou na cabeça do artilheiro, que não deu chances ao uruguaio. A zaga parou no segundo gol.
Mais imprecisão
Na etapa final, Jorginho tentou mudar o time com as entradas de Yago Pikachu e Júnior Dutra. O Vasco desperdiçou ótimas chances com Ederson, duas vezes, e Pikachu com apenas 15 minutos. O CRB chegava em contra-ataques e quase fez o terceiro com Matheus Galdezani e Zé Carlos, que perderam oportunidades cristalinas. Aos 25 minutos, Diguinho levou uma caneta de Gerson Magrão, e a torcida visitante começou a gritar "olé". No fim, Ederson marcou após cobrança de escanteio, mas isso foi incapaz de animar a torcida, que vaiou o gol.
Fonte: globoesporte.com/al

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 Palmeira Esporte
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates