Ultimas

19/02/2017

Um lá, outro cá: CSA e CRB empatam no clássico dos portões fechados

O primeiro clássico entre CSA e CRB no Alagoano foi diferente. Com os portões do Trapichão fechados, os jogadores disputaram a partida para um estádio quase vazio. Os times fizeram até um jogo movimentado, com chances para cada lado. No fim, o equilíbrio de forças foi registrado no placar do Rei Pelé: 1 a 1. Flávio Boaventura marcou para o Galo na primeira etapa, e Cleyton deixou tudo igual no segundo tempo. 

CSA x CRB, no Rei Pelé (Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas)
O CRB se mantém na liderança do Grupo A, agora com 11 pontos, e o CSA caiu para o segundo posto na chave B, com 14. Foi ultrapassado pelo ASA nesta sexta rodada. O Galo joga na próxima quarta-feira contra o Miguelense, às 20h30, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca. Sábado de Carnaval, o Azulão vai enfrentar o Sete de Setembro, às 16h30, com local ainda indefinido.

Esse foi o primeiro clássico alagoano da história a ser disputado sem público. Punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva, o CSA, mandante da partida, vai disputar mais três jogos com os portões fechados. O CRB também foi punido pela conflito entre torcedores na final do Alagoano do ano passado e cumpre a punição ainda em três partidas que tem o mando.
Boaventura coloca o CRB na frente

O primeiro tempo foi intenso, com muitas oportunidades. Aos cinco minutos, Edson Ratinho, do CRB, bateu falta com muito veneno e o goleiro Jefferson apenas torceu para a bola não entrar. A resposta do CSA saiu aos 10 minutos. Jacó acertou um chutaço, de canhota, e Juliano espalmou para escanteio. O Azulão estava melhor e criou mais duas chances. Aos 23, Cleyton bateu de longe e colocou Juliano para trabalhar. Dois minutos depois, Everton Heleno cobrou escanteio, Juliano tirou errado, acertou Boaventura e a bola ia entrando. Em cima da linha, Edson Ratinho salvou o Galo.

O CRB melhorou após os 30 e passou a levar perigo nas jogadas de Mailson, pela esquerda. Numa delas, ele deixou Celsinho no chão, cruzou, mas Neto Baiano não aproveitou. Aos 43, o Galo abriu o placar. Diego bateu escanteio pela esquerda, no segundo pau, Gabriel cabeceou no poste e, na sobra, Boaventura colocou para dentro.
CSA x CRB, no Rei Pelé (Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas)CSA x CRB, no Rei Pelé (Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas)
Cleyton marca para o Azulão
No segundo tempo, o CSA reagiu. Aos 10 minutos, depois de uma jogada confusa na área do CRB, a bola sobrou limpa para Cleyton balançar a rede. Fácil, fácil, na pequena área. Na sequência, Neto Baiano recebeu com liberdade na área do CSA e bateu: Jeferson voou e fez uma linda defesa. 

Aos 18 minutos, Chico cruzou na medida para Neto, que finalizou de chapa, mas errou o alvo. Ótima chance desperdiçada pelo CRB. O CSA quase virou aos 25 minutos. Everton Heleno cobrou escanteio pela direita e Jacó cabeceou para baixo. Bem colocado, Adriano salvou em cima da linha.

Fonte: globoesporte.com/al

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 Palmeira Esporte Notícias
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates